fbpx
(11) 2295-0039 - (11) 93800-6037 (Whatsapp) contato@commadre.com.br

3 dúvidas sobre a preparação do assoalho pélvico para o parto

por | 12/01/2021

1. A partir de quantas semanas devo começar a preparar o períneo para o parto?

O assoalho pélvico deve ser cuidado em todas as etapas da vida não só na gestação mas, é um fato que a gravidez em si requer alguns cuidados extras. Muitas mulheres têm essa dúvida sobre quando buscar a fisioterapia de assoalho pélvico e a recomendação é a partir de 14 semanas de gestação.

A avaliação é feita individualmente e além da parte física, é levado em conta o histórico de cada mulher: se já teve um aborto, se fez inseminação artificial, se tem edema ou queixas de dor na relação sexual. A avaliação nos ajuda a determinar o que pode ser feito durante a gestação, não visando apenas o parto em si, mas o bem estar da mulher na gestação e na vida, como um todo.

 

2. Depois do parto, quando fazer a avaliação do assoalho pélvico?

Após o parto, o ideal é passar em consulta com a Ginecologista e, após a liberação, de 30 a 40 dias após o parto já pode agendar a avaliação pélvica, independente da via de parto (parto normal ou cesárea). Não espere aparecer alguma disfunção para avaliar o seu assoalho pélvico, afinal, toda disfunção pode ser evitada!

 

3. Qual a frequência ideal das consultas com a fisioterapeuta?

Se na avaliação a mulher apresentar alguma disfunção, será necessário que a Fisioterapeuta a veja com mais frequência. Se não, as consultas podem ser semanais ou quinzenais: o que vai determinar é a avaliação individual e as necessidades de cada mulher.

 

Aline Ambrósio é Fisioterapeuta de Assoalho Pélvico e atende mulheres em todas as fases da vida, aqui na Commadre (Rua Terra Roxa, 231 – Tatuapé SP).

Agendamento no whatsApp: (11) 93800-6037

 

 

Pin It on Pinterest

Share This